sexta-feira, 22 de abril de 2011

cartas



gostava que lesses a quantidade de cartas que te escrevi, desde o dia três de fevereiro. foram tantas, mas tantas, que provavelmente irias ficar cansado de mim, só de as leres.
são todas diferentes e nenhuma foi escrita pelo mesmo motivo de outra.
só para teres noção, foi contigo que desabafei de tudo o que se passou desde que terminámos. foi a ti que contei tudo.
elas estão lá, no meu quarto à espera que tu as leias. à espera que as descubras.

talvez um dia.

3 comentários:

  1. que romântico. . . *-*

    (não, não é ironia.)

    ResponderEliminar
  2. mas é cubano! Sem dúvida, o que? x)

    ResponderEliminar
  3. A melhor maneira de nos libertarmos é a escrever, pelo menos para mim :)

    ResponderEliminar

A tua opinião conta, e eu conto com ela,

Ninna (: